6 de abr de 2013

Japão precisa de mais mulheres trabalhadoras




Aumento da força de trabalho feminina contribuiria para o crescimento econômico do país.

O Japão deve aumentar a sua força de trabalho feminina para sustentar seu crescimento econômico, advertiu o Fundo Monetário Internacional (FMI). O organismo internacional destacou que o Japão precisa tomar medidas concretas para incorporar mais mulheres ao mercado de trabalho, em um informe cujas conclusões foram divulgadas pela Kyodo.

A maior presença de mulheres em âmbito laboral poderia diminuir o efeito que para a economia japonesa representa o rápido envelhecimento da população. A brecha de gênero na participação no trabalho entre os países desenvolvidos varia desde os seis pontos percentuais na Suécia até os 25 no Japão, detalhou o FMI.

O Japão poderá aumentar sua taxa de crescimento anual em 0,25% se sua força de trabalho feminina subir ao nível médio que possuem os países do G7, que agrupa as sete economias mais desenvolvidas do mundo, concluiu o órgão com sede em Washington.

Nenhum comentário:

Postar um comentário